Reforma Trabalhista

Um dos pontos importantes da Reforma Trabalhista, pretendida pelos Sindicatos brasileiros da categoria econômica é a livre negociação entre empregados e empregadores.

Não se pretende passar por cima da legislação, tão pouco “rasgar a CLT” como alegam alguns, mas sim, sem ferir a lei, as conquistas consagradas pela classe laboral e o direito adquirido por Empregados e Patrões, negociar condições mais adequadas a cada setor laboral, sempre em benefício das partes.

Fácil entender o que está sendo proposto. Continue lendo Reforma Trabalhista

Como matar uma Associação

Já li este texto em algumas publicações e achei oportuno publica-lo agora. O texto não é de minha autoria e desconheço o autor, mas tenho observado ao longo dos anos a história se repetir.

Existem algumas regras básicas que são infalíveis para o fracasso de uma Associação, uma Entidade de Classe ou, em nosso caso, um Sindicato, são elas: Continue lendo Como matar uma Associação

Tratamento de Algas

Algas são vegetais unicelulares e como todo vegetal, necessitam de luz e nutrientes para viver. Possuem um pigmento de coloração verde chamado clorofila que, na presença de luz, transforma dióxido de carbono e água em carboidratos, eliminando oxigênio. É um dos organismos vivos mais encontrados no planeta. Existem mais de 1.800 gêneros e mais de 20.000 espécies de algas. Elas podem ser microscópicas (de água doce) e macroscópicas (de água salgada). Aqui, vamos tratar das primeiras.
Um dos maiores problemas para o tratador de piscina é o aparecimento e crescimento de algas na água, nas paredes, piso e deck das piscinas.
Crescem principalmente em zonas mortas das piscinas, provocam a turbidez da água e podem passar pelos filtros, principalmente os de areia.
Elas chegam às piscinas pelos mais diversos motivos como, festas ao seu redor ou em suas proximidades, fertilizantes provenientes de adubação na grama, corte de grama nas proximidades da piscina, pintura nas vizinhanças, chuvas, ventos, queimadas nas proximidades, insetos, água de enchimento ou de preenchimento.
Em condições favoráveis, uma grande variedade de algas e de diferentes tipos se desenvolverão. Desenvolvem-se melhor nas seguintes condições:

Continue lendo Tratamento de Algas

Mensagem da nova diretoria

Mais uma gestão chegou ao fim. O período de 2012/2015 foi marcado pela participação mais efetiva de seus associados e pelo maior interesse de toda a categoria, fruto de uma conscientização do empresariado do setor sobre a importância do Sindicato em questões como negociação de Convenção Coletiva de Trabalho e a legislação que diretamente atinge a administração das Academias.

Um novo mandato de 4 anos está começando em 2016, e a atual Diretoria assume publicamente o compromisso de atender as Academias que queiram contribuir com o crescimento e fortalecimento das nossas Empresas. As portas do Sindicato sempre estiveram, estão e estarão abertas a todos os Associados sem qualquer distinção. Encerrado o processo eleitoral, somos todos integrantes da mesma equipe. Pequenos, médios ou grandes; somos mais de 12 mil Academias no Estado de São Paulo e a nossa força será sempre proporcional ao número de Empresários que estiverem juntos ao Sindicato.

Sempre é bom lembrar que há a necessidade de todos cumprirem com os seus deveres estatutários para que façam valer os seus direitos de Associados, em respeito ao melhor espírito democrático e em respeito aos Associados – demais Empresários – em dia com suas obrigações, alguns deles desde a AENESP (Associação das Escolas de Natação do Estado de São Paulo) 1974-1989.

É motivo de enorme satisfação para a diretoria eleita que um número inédito de associados tenha comparecido para votar no dia 11 de janeiro. E a felicidade é maior ainda ao se constatar que mais de 60% do colégio eleitoral nos apoia. Agradecemos a todos.

Estendemos os cumprimentos aos demais detentores do direito de voto que não puderam comparecer mas que de igual forma têm a sua representatividade garantida pela diretoria eleita.

Agora, esperamos que todos Empresários reservem um tempo para comparecer as nossas Assembleias, a voz e o direito a voto em igualdade de condições, será sempre assegurado.

Desejamos sucesso e prosperidade empresarial a todos.

A Diretoria Eleita,
Eleita para representá-los

Diretoria Executiva
Presidente – Gilberto José Bertevello
Secretário – Fábio Rieser de Silveira
Tesoureiro – Nilson Maierá
Conselho Fiscal
1º Nelson Guerra Junior
2º Wilson Dragonetti Junior
3º Marco Antonio de Souza Lara

Chapa Evolução eleita para um mandato de 4 anos

Bertevello reeleito.

Com mais de 60% dos eleitores com direito a voto, Gilberto Bertevello foi reeleito para um mandato de 4 anos frente ao SEEAATESP.

A Chapa Evolução (1) que conduzirá a gestão é composta por:

Gilberto José Bertevello – Presidente

Fábio Rieser – Secretário

Nilson Maierá – Tesoureiro

Nelson Guerra Junior – Conselho Fiscal

Wilson Dragonetti Jr. – Conselho Fiscal

Marco Antônio de Souza Lara – Conselho Fiscal

Eleição ocorrerá dia 11 de Janeiro

Senhores Associados,

A Eleição para nova Diretoria do SEEAATESP será realizada no dia 11/01/2016 (Segunda-feira) das 11h as 17h na sede do Sindicato, Rua Dona Ana Pimentel, 229, bairro Água Branca, São Paulo/SP. Neste dia não haverá expediente para quaisquer outros assuntos. Os associados regularmente em dia com os seus Deveres Estatutários devem comparecer para votar exercendo o seu direito.

Homenageados da noite

Presidente do SEEAATESP agraciado com a Medalha Prof. Antônio Boaventura da Silva

A noite de 15 de outubro foi muito especial para o Presidente do SEEAATESP Prof. Gilberto Bertevello. No Panathlon Club SP, juntamente com outros importantes educadores, como Almir Gruhn (Presidente Internacional da FIEP) e André Nessi (Delegado da FIEP SP), foram agraciados com a Medalha Prof. Antônio Boaventura da Silva, no ano de seu centenário.

Homenageados da noite
Homenageados da noite
Homenageados da noite
Homenageados da noite
Prof. Gilberto Bertevello recebendo a homenagem
Prof. Gilberto Bertevello recebendo a homenagem
Prof. Gilberto Bertevello ao lado de André Nessi, Aide Angélica e Almir Gruhn
Prof. Gilberto Bertevello ao lado de André Nessi, Aide Angélica e Almir Gruhn

Sobre Boaventura

O professor Boaventura defendeu veementemente a implantação da educação física nas instituições de ensino superior, uma vez que, para ele, as atividades físicas, esportivas e recreativas tinham um valor singular na formação do ser humano como um todo, como podemos observar nas suas próprias palavras, ao defender sua posição em relação a essa questão: “As instituições de nível superior devem oferecer aos seus estudantes e professores oportunidades para a prática de atividades físicas, esportivas e recreativas de sua predileção, contribuindo assim para enriquecer seu próprio cabedal de habilidades fundamentais, descobrir ou revelar suas aptidões atléticas e, especificamente, para melhor aprender, apoiar e incentivar a prática dessas atividades em todos os meios em que vierem a ter participação e liderança”.

À luz dessa filosofia, o professor Boaventura, com dedicação, acompanhou e participou de todo o projeto para a implementação da Praça de Esportes desta Universidade, que, a partir de 1975, tornou-se o Centro de Práticas Esportivas da Universidade de São Paulo – o Cepeusp. Foi nomeado como primeiro diretor em janeiro de 1972 e foi novamente indicado para o cargo em 1977, permanecendo até 1984. 

Foi na primeira gestão do professor Boaventura que teve início a implantação progressiva da educação física, esportiva e recreativa na USP como disciplina. Esse tipo de ação tinha como objetivo preparar a comunidade para a obrigatoriedade da disciplina de educação física para todos os cursos em nível superior, que se concretizou em 1977, em cumprimento do Decreto-Lei 69.450.

Fonte: Site da USP